Prefeitura do Rio autoriza abertura de casas de espetáculo e libera bares e restaurantes

·2 minuto de leitura
Eduardo Paes definiu a flexibilização das medidas - Foto: Agência Brasil
Eduardo Paes definiu a flexibilização das medidas - Foto: Agência Brasil
  • Prefeitura anunciou nova flexibilização nas restrições de combate à Covid-19

  • Entre elas, liberou funcionamento de bares e restaurantes e a abertura de casas de espetáculo

  • Eduardo Paes negou que o estado teve recorde de casos na última quinta-feira

A Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou nesta sexta-feira a flexibilização das medidas de restrição no combate à Covid-19. O novo decreto foi publicado no Diário Oficial da União e é válido ao menos até o dia 20 de maio.

Entre as mudanças, destaque para a autorização para abertura das casas de espetáculo. Bares, restaurantes e academias também estão liberados, assim como o acesso às praias, que poderão ter a presença de ambulantes.

Leia também

As praias poderão ser frequentadas por banhistas inclusive nos feriados e fins de semana, e não mais apenas em dias úteis, como vinha acontecendo. Parques e cachoeiras também estão com a visitação liberada.

Apesar das medidas bem menos rígidas de restrição, o prefeito Eduardo Paes afirmou que a população não deve encarar o novo decreto como uma sinalização de que “liberou geral”.

Praias do Rio também serão liberadas aos banhistas  (AP Photo/Bruna Prado)
Praias do Rio também serão liberadas aos banhistas (AP Photo/Bruna Prado)

"Vivemos um momento melhor porque uma parte importante dos cariocas colaborou ao longo das últimas semanas. Então vamos continuar colaborando porque não tem 'liberou geral'", declarou.

Principais alterações do novo decreto:

  • Bares e restaurantes podem funcionar sem restrições de horário, com música ao vivo até as 23h;

  • Praias, parques e cachoeiras estão liberados todos os dias;

  • Ambulantes nas praias também estão liberados todos os dias;

  • Casas de espetáculos podem abrir, desde com 40% da capacidade;

  • Estacionamento na orla voltou a ser liberado;

  • Áreas de lazer no Leblon e em Copacabana podem reabrir aos domingos;

  • Academias estão liberadas com aulas coletivas limitadas a um indivíduo a cada quatro metros quadrados.

Seguem proibidos:

  • Boates;

  • Rodas de samba;

  • Entrada de ônibus fretados na cidade (exceto os que prestarem serviço para hotéis).

Prefeito nega recorde

Paes negou que a flexibilização das medidas aconteça no dia seguinte ao recorde de casos diagnosticados no Rio, indo de encontro à informação divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) na quinta-feira. Na ocasião, o órgão informou que os 9.185 casos em 24 horas eram a maior marca do estado desde o início da pandemia, superando os 8.385 registrados em 16 de fevereiro.

"Não houve ontem um recorde de casos. Esse recorde de casos na verdade é um registro recorde, mas ele foi distribuído ao longo dos dias que aconteceram. Os números nos mostram uma queda de casos, uma queda, graças a Deus, de número de óbitos, uma queda de números da urgência e emergência", afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos