Prefeitura fecha Hospital de Campanha do Riocentro e abre vagas no Ronaldo Gazolla, em Acari

Luiz Ernesto Magalhãe
·1 minuto de leitura
Foto: Hermes de Paula em 28-09-2020 / Agência O Globo

A Secretaria Municipal de Saúde fechou na última segunda-feira, dia 4, o Hospital de Campanha do Riocentro. Profissionais de saúde e pacientes foram transferidos para outras unidades. A informação foi divulgada nesta quarta-feira, dia 6, pelo secretário da pasta, Daniel Soranz, ao inaugurar mais 50 leitos no Hospital municipal Ronaldo Gazolla, conhecido como Hospital de Acari.

Com a abertura desses leitos, Acari, unidade de referência da prefeitura para a Covid-19, passa a funcionar pela primeira vez com 380 leitos, a capacidade máxima projetada. A previsão de Soranz é que esses novos leitos — de enfermaria, mas equipada com respiradores — possam ser integralmente ocupados até esta quinta-feira, dia 7. O prefeito Eduardo Paes participa da inauguração.

Na segunda-feira, 80 leitos já haviam sido inaugurados em Acari.

A desmontagem do Riocentro começou na terça-feira. Parte dos pavilhões usados no projeto já foram devolvidos a GL Events, que explora o centro de exposições. Embora projetado para receber até 500 pacientes — 400 de enfermaria e 100 de UTis — jamais participou com a capacidade plena.