Prefeitura interdita boate que provocou aglomeração em São João do Meriti

Flávio Trindade
·1 minuto de leitura

A prefeitura de São João de Meriti interditou na manhã desta quinta-feira, dia 25, a boate Pallace Club, que foi inaugurada na noite de quarta-feira, dia 24, no município da Baixada Fluminense. A casa de shows fica em frente à sede do governo municipal. Durante à noite e na madrugada, foram registradas aglomerações de pessoas sem qualquer tipo de proteção ou distanciamento. Após as imagens do evento viralizarem nas redes sociais, o prefeito de Meriti, Dr. João, convocou uma reunião nesta manhã com assessores e determinou que fosse feita a interdição.

Dono da Pallace Club, o empresário Jeferson esteve no local e classificou como covardia a interrupção das atividades na casa de shows. Mesmo com o aumento dos casos de contaminação e aglomeração vista nas imagens, ele disse que não havia perigo no local.

— Fizemos tudo direitinho aqui. Deu 23h, nós desligamos tudo e só deixamos o pessoal que estava assistindo ao jogo do Flamengo. Arrendei a casa há cinco meses e gastei R$ 700 mil em reformas. Agora fizeram isso comigo. Estou endividado e vou ter de dispensar todo mundo que contratei. Sei que está ainda nessa pandemia, mas estava tudo direito ontem. Mesas distantes, pessoal servindo com higiene — o dono da boate.

Assim como no Rio de Janeiro e em Niterói, São João de Meriti também terá uma série de medidas restritivas pelos próximos dez dias. Bares só estão autorizados a funcionarem até as 17h, e o comércio em geral até as 18h. Além disso, estão proibidas atividades como jogos de futebol e outros esportes coletivos.