Prefeitura isola usuários de drogas da cracolândia da rua Helvétia com cones

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Prefeitura de São Paulo utilizou cones e fitas para isolar os dependentes químicos que seguem na cracolândia no quarteirão da rua Helvétia, entre a avenida São João e a alameda Barão de Campinas, em Campos Elíseos, região central da cidade.

A ação, que contou com o auxílio da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) ocorreu na tarde desta quarta-feira (15), um dias após mais uma intervenção policial no local. Com isso, usuários de drogas e moradores de rua agora ocupam uma das pistas do lado esquerdo da via, enquanto a outra parte está liberada para o trânsito de automóveis e a passagem de pedestres.

O fluxo —como é chamada a concentração de dependentes— se instalou na rua dias depois da ação em 11 de maio que despejou o grupo que vivia na praça Princesa Isabel, na mesma região.

A reportagem esteve no local por volta das 17h30 desta terça, quando veículos trafegavam pelo local no sentido do terminal Princesa Isabel. Pedestres, porém, seguiam evitando a rua.

Isso pode estar relacionado ao medo dos moradores em passar pelo trecho, apesar da presença de equipes da GCM (Guarda Civil Metropolitana) e da Polícia Militar. Um agente que atuava no patrulhamento classificou o isolamento como um teste.

Uma mulher de 31 anos que mora na Helvétia e pediu para não ser identificada, disse que a abertura de uma faixa não vai trazer mais segurança para o local, e que vai continuar a evitar o trecho, uma vez que, quando revoltados, os usuários destroem tudo.

Para ela, o isolamento só demonstra que o grupo vai permanecer no local e não será retirado pelo poder público.

A reportagem também conversou com uma outra moradora da região, de 37 anos. Ela disse que desde que o fluxo passou a se concentrar naquele ponto, os moradores estão assustados e se sentem em cárcere privado por pouco sair às ruas, já que podem ver da janela roubos e agressões.​

Além disso, afirmou que não pretende passar de carro pela faixa aberta pela prefeitura.

Procurada, a gestão municipal não respondeu até a publicação deste texto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos