Prefeitura lança segunda edição do 'Foca', programa de incentivo à cultura do Rio, com mais investimento que no ano passado

A Prefeitura do Rio lançou nesta quarta-feira (26) a segunda edição do Foca, programa de fomento à cultura municipal. O lançamento foi feito pelo prefeito Eduardo Paes e pelo secretário de Cultura, Marcus Faustini, em cerimônia no Museu do Amanhã, no Centro.

O novo programa tem novidades em relação ao primeiro, lançado no ano passado. Segundo a prefeitura, foram incluídas novas linhas e categorias a serem contempladas, entre elas uma específica para festivais. A ideia é abraçar mais de 400 propostas - no ano passado, foram contempladas 300. A expectativa da prefeitura é gastar cerca de R$ 32 milhões com o novo Foca, um aumento de 60% em relação a 2021, quando foi gasto R$ 20 milhões.

— É um momento especial. O ano passado foi um ano de fazer um bom diagnóstico depois de quatro anos de ataque à cultura, mas agora eu considero que o Foca desse ano é o início da recuperação da cultura carioca — comentou Faustini.

O novo edital será lançado em maio. Até lá, a secretaria de Cultura pretende fazer uma série de lives para tirar dúvidas que possam surgir sobre as inscrições. Segundo dados da prefeitura, em 2021, o Foca recebeu 5.478 inscrições. A meta este ano é receber dez mil. As propostas poderão arrecadar de R$ 25 mil a R$ 400 mil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos