Prefeitura de Niterói arrendará hospital particular e suspenderá corte de água por divída

Leonardo Sodré
Estacionamento rotativo na Avenida Badger da Silveira: cobrança será suspensa por um mês em toda cidade.

NITERÓI - Depois de interditar praias, bares e restaurantes em Niterói, o prefeito Rodrigo Neves anunciou nesta quinta-feira novas medidas para conter os efeitos do coronavírus na saúde e na economia da cidade. A prefeitura, a partir de um decreto, fará o arrendamento do Hospital Oceânico por um ano. O município também irá suspender na cidade o corte de água por falta de pagamento nos próximos três meses. Esta medida ainda precisa ser aprovada pela Câmara.

O prefeito Rodrigo Neves não especificou quanto será investido para o arrendamento do Hospital Oceânico e de quantos leitos a unidade irá dispor. Em transmissão ao vivo pela página da prefeitura nas redes sociais, anunciou que a unidade será administrada pelo município por um ano e disponibilizando mais leitos e equipamentos de ventilação mecânica para o atendimento de casos graves de pacientes infectados com o coronavírus.

Para conter os prejuízos econômicos, a prefeitura suspenderá, pelos próximos 30 dias, a cobrança de estacionamento nas ruas da cidade do Niterói Rotativo. No próximo mês de abril, o 13º salário dos servidores municipais será adiantado. A prefeitura também prometeu dar auxílio de R$ 500 por três meses aos sete mil microempreendedores cadastrados com alvará de funcionamento na cidade, medida que também precisa ser aprovada pelo Legislativo.

Para suprir a perda de trabalho dos profissionais da Cultura, a prefeitura anunciou a divulgação de um edital para apresentações artísticas on-line, por vídeo e podcast, além de outras presenciais em varandas de prédios. Até a próxima segunda-feira, a prefeitura concluirá ainda a distribuição de 32 mil cesta básicas a alunos da rede municipal.

As medidas foram anunciadas pelo prefeito após reunião com secretários e vereadores, da base e de oposição, na tarde desta quinta-feira, no Solar do Jambeiro.