Prefeitura de Niterói demolirá pousada erguida em área de proteção ambiental em Itaipu

Giovanni Mourão
Demolição: prefeitura argumenta que empreendimento foi construído em área de proteção ambiental, onde não são permitidas edificações

NITERÓI — Construído recentemente na Praia de Itaipu, o Camarote Itaipu, empreendimento com restaurante e pousada, recebeu notificação da prefeitura que será demolido na próxima quarta-feira. Segundo a Secretaria municipal de Meio Ambiente e o Grupo Executivo para o Crescimento Ordenado de Preservação das Áreas Verdes (Gecopav), o imóvel foi erguido numa área de proteção ambiental, onde edificações não são permitidas.

No dia 31 de outubro, a Secretaria de Meio Ambiente interditou o local após receber um parecer da Procuradoria-Geral do Município, com base em laudos ambientais e documentos do Ministério Público do Estado do Rio (MPRJ), indicando a ilegalidade. A interdição foi feita em operação conjunta com o Instituto Estadual de Ambiente (Inea) e a Polícia Federal.

Ainda segundo o município, a obra tinha sido embargada anteriormente, e os proprietários autuados duas vezes. Ainda assim, a construção não foi interrompida. Para que a demolição não ocorra, os proprietários devem apresentar, até terça-feira, documentação que comprove a autorização para construção no local, afirma a prefeitura.

Carros na areia

Em 25 de agosto, banhistas se revoltaram ao flagrar três caminhonetes 4x4 estacionadas na areia da praia, em frente ao Camarote Itaipu, que, apesar de ainda estar em fase de construção na ocasião, já recebia um evento comemorativo.

O GLOBO-Niterói tentou contato os responsáveis pelo Camarote Itaipu, mas não obteve retorno.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)