Prefeitura de Niterói vai notificar Uber para suspender transporte de passageiros em motocicletas no município

Depois da polêmica em torno da declaração do prefeito Eduardo Paes sobre a chegada do Uber Moto no Rio, a Prefeitura de Niterói informou, nesta quinta-feira, que vai notificar a plataforma para suspender o serviço de transporte de passageiros em motocicletas na cidade. A justificativa apresentada é de que o município desenvolve políticas públicas para estimular o uso do transporte público coletivo.

O serviço está disponível em Niterói desde o dia 7 de março de 2022, quando a empresa lançou a modalidade de viagens, que se apresenta como mais barata do que as convencionais, de carro.

Todas as viagens feitas com a Uber, incluindo o Uber Moto, exigem, entre outras medidas, a checagem de antecedentes dos motoristas e dão aos usuários a possibilidade de compartilhar com seus contatos a placa, a identificação do condutor e sua localização no mapa, em tempo real.

Nas redes sociais, a população niteroiense já manifestava preocupação com o possível fim do serviço na cidade.

Questionada sobre a quantidade de motoristas cadastrados na cidade, a Uber disse, por meio de assessoria de imprensa, que não divulga dados regionais da plataforma. No país, há mais de um milhão de parceiros, segundo a empresa.