Prefeitura do Rio interdita ruas no entorno de dez agências da Caixa; confira os endereços

Em Campo Grande, na segunda-feira, havia fila e muita aglomeração para saque do auxílio emergencial em ruas próximas a Caixa

RIO - A Prefeitura do Rio interditou, nesta terça-feira, algumas vias da cidades nas imediações de agências da Caixa Econômica Federal de grande movimento. O objetivo é evitar aglomerações e garantir a segurança dos trabalhadores informais que querem receber o auxílio emergencial de R$ 600 pago pelo governo federal.

Na segunda-feira, trabalhadores enfrentaram mais de 15 horas de fila na Caixa para receber o auxílio emergencial.

A prefeitura interrompeu o trânsito total ou parcialmente, com o apoio de agentes da Guarda Municipal. Do lado de fora das agências bancárias, funcionários da instituição financeira ficam responsáveis pela demarcação dos espaços e pela organização das filas. As pessoas devem usar máscaras.

A Caixa paga hoje o benefício de R$ 600 para os trabalhadores informais nascidos em novembro e dezembro que se cadastraram no aplicativo ou no site da Caixa e não estão inscritos no Cadastro Único (Cadúnico) do Ministério da Cidadania nem recebem o Bolsa Família.

Auxílio emergencial: As histórias dos 'invisíveis' que buscam os R$ 600 para sobreviver

As vias interditadas são:

Rua Cônego de Vasconcelos, em Bangu, entre as ruas Clemente Ferreira e Francisco LealRua Cardoso de Morais, em Bonsucesso, entre a Avenida Guilherme Maxwel e a Rua Francisca HeidenAvenida Bras de Pina, entre a Rua Ibiapina e a Rua dos RomeirosUma faixa da Rua Euclides Faria, em Ramos, entre a Rua Doutor Miguel Vieira Ferreira e a Rua UranosRua Dias da Cruz, no Méier, entre a Rua Vinte e Quatro de Maio e a Rua Ana Barbosa;Rua Guaraí, em Campo Grande, entre a Avenida Cesário de Melo e a Rua UrunaRua Felipe Cardoso, em Santa Cruz, sentido Avenida Brasil, entre a Rua General Olímpio e a Avenida Isabel Uma faixa da Estrada do Mendanha, sentido Santíssimo Travessa Mecejana e uma faixa da Avenida dos Italianos, em Rocha Miranda, sentido Madureira, entre a Estrada do Barro Vermelho e a Travessa MecejanaAvenida Sargento de Milícias, na Pavuna, entre a Rua Cícero e a Avenida Pastor Martin Luther King Júnior.

Ainda de acordo com a Prefeitura do Rio, as interdições ocorrerão de segunda-feira a sábado, das 6h às 16h. A CET-Rio está responsável pela sinalização de alerta sobre o fechamento das ruas.