Prefeitura do Rio lança campanha para adoção de 202 animais acolhidos em abrigos públicos

Entre os mais de 200 bichinhos, há 16 que foram vítimas de atropelamentos e maus-tratos

RIO - A Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses (Subvisa) do Rio lançou nesta quinta-feira a campanha Adote.Visa que tem o objetivo de incentivar a adoção de 152 cães e 50 gatos abrigados em duas unidades da pasta. Entre os peludos, há 16 especiais, vítimas de atropelamentos e maus-tratos, que sofreram amputações. Todos os animais já são castrados, vacinados, microchipados e cadastrados no Registro Geral de Animais (RGA). Além disso, os pets que forem adotados terão direto à assistência veterinária gratuita da Subvisa.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, as feiras de adoção organizadas pela Coordenação de Zoonoses da Vigilância Sanitária foram suspensas, o que aumentou o número de animais que precisam de um lar. Alguns animais estão sob os cuidados da equipe do Centro de Controle de Zoonoses Paulo Dacorso Filho (CCZ), em Santa Cruz, na Zona Oeste, e outros estão no Instituto Municipal de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman (IJV), em São Cristóvão, na Zona Norte.

A médica-veterinária Márcia Rolim, subsecretária de Vigilância Sanitária do Rio, alerta que, antes de adotar, é fundamental que os interessados tenham certeza que podem assumir a responsabilidade de cuidar de um animal.

- É muito importante que o adotante saiba o que significa levar um animal para casa. Nesse momento de isolamento, em muitos lares eles são a única companhia do dono e ajudam de uma forma muito especial a superar as dificuldades de se estar só. Mas cães e gatos vivem em média 15 anos, e não podemos imaginar que eles serão apenas uma distração. É preciso pensar no futuro, pois estamos falando de vidas que merecem todo o carinho, atenção e um tutor responsável - destaca Márcia Rolim.

Para adotar, basta ter mais de 18 anos e apresentar um documento de identificação com foto e um comprovante de residência diretamente nas unidades de veterinária, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. O IJV fica na Avenida Bartolomeu de Gusmão, 1.120, em São Cristóvão, no Complexo Zona Norte da Vigilância, e o CCZ no Largo do Bodegão, 150, em Santa Cruz, no Complexo Zona Oeste. A ida às unidades para o processo de adoção deve ser agendada pelos e-mails adote.visaijv@gmail.com ou adote.visaccz@gmail.com.