Prefeitura de São Paulo investiga caso suspeito de varíola dos macacos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Prefeitura de São Paulo monitora um caso suspeito de varíola dos macacos desde o último dia 4. A paciente é uma mulher de 26 anos que, segundo investigação preliminar, não tem histórico recente de viagem e nem contato com outras pessoas infectadas.

Segundo a Covisa (Coordenadoria de Vigilância em Saúde) da Secretaria Municipal da Saúde, a mulher está internada em isolamento em um hospital público da cidade. Seu estado de saúde é estável, segundo a pasta.

O órgão está monitorando também as pessoas do convívio da paciente.

No Brasil, há três casos suspeitos em investigação. Os dois primeiros casos suspeitos foram informados na última segunda (30) pelo Ministério da Saúde, um no Ceará e outro em Santa Catarina. O terceiro paciente mora no Rio Grande do Sul.

Diante dos primeiros casos suspeitos, o Ministério da Saúde tem afirmado que "está em contato com estados para apoiar no monitoramento e ações de vigilância em saúde".

O governo federal criou uma sala de situação para acompanhar o avanço da doença.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos