Prefeitura de Saquarema cancela carnaval de rua, permitindo festejos apenas em espaços controlados

·2 min de leitura

Na esteira de diversos municípios — como Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo, Maricá, Nova Iguaçu, Belford Roxo e São João de Meriti — que, desde a semana passada, cancelaram o carnaval de rua para conter a disseminação da Covid-19 após a chegada da variante Ômicron, Saquarema também suspendeu a folia sob a mesma justificativa. Em decreto (nº 2239) publicado na noite de sexta-feira, dia 07, a prefeitura determinou que não serão permitidos eventos nem aglomerações em espaços públicos já a partir de segunda-feira, dia 10.

Estão proibidas festas como ensaios, desfiles e apresentações de blocos, escolas de samba e demais agremiações carnavalescas, além de shows, apresentações musicais e eventos com sonorizações mecânicas ou por instrumentos.

Em espaços privados como bares, restaurantes, casas de festas, boates, danceterias, casas de shows e áreas de uso comum de shoppings e galerias, será permitida a realização de apresentações musicais, com cobrança ou não de ingressos, mediante a adoção das seguintes medidas restritivas: obrigatoriedade de apresentação de comprovante de vacinação em dia, uso de máscara de proteção facial e disponibilização de álcool em gel pelo estabelecimento, que só poderá funcionar até às 2h.

Quanto às agremiações carnavalescas, elas somente poderão realizar eventos em locais privados, sem aglomerações, e adotando essas mesmas medidas restritivas. Desfiles são vedados também em espaços privados.

— Sempre seguimos as recomendações da equipe técnica de saúde do nosso município para definir ações, medidas preventivas e decretos. Trabalhamos com muita transparência, responsabilidade e segurança para garantir a proteção de todos — afirmou a prefeita Manoela Peres.

O não cumprimento do decreto sujeitará o infrator a penalidades como advertência, remoção, apreensão, interdição, suspensão de venda, cancelamento de registro, suspensão de autorização de funcionamento ou de licença e multa. No caso de instituição carnavalesca, serão responsabilizados também os dirigentes da agremiação.

Para fazer frente à chegada da variante Ômicron do coronavírus, a Secretaria municipal de Saúde disponibilizará, a partir de segunda-feira, dia 10, testes rápidos do tipo RT-PCR em todas as unidades de Estratégia Saúde da Família, de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h.

Além da capital fluminense, outras cidades que são referências da folia anunciaram o cancelamento do carnaval de 2022, como Recife e Olinda, em Pernambuco, Salvador, na Bahia, e Ouro Preto, em Minas Gerais. Assim como a nova cepa do coronavírus, a variante H3N2 do vírus influenza, o da gripe, está por trás da medida. Em cidades como São Paulo, Cuiabá, Florianópolis, Curitiba e Fortaleza também não haverá carnaval de rua.
No Rio, a prefeitura autorizou que os blocos organizem eventos em locais controlados, com a exigência de comprovação da vacina por parte dos foliões. Confirmou também que os desfiles de escolas de samba na Sapucaí estão mantidos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos