Prefeitura de SP abre concurso para 3.250 professores com prova prática

*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 12-08-2022: A Escola Estadual Padre Saboia de Medeiros, que possui 123 alunos no ensino médio, na Chácara Santo Antonio, zona sul da cidade. Na foto uma sala de aula vazia, sendo que a escola conta com 10 salas e apenas sete turmas. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 12-08-2022: A Escola Estadual Padre Saboia de Medeiros, que possui 123 alunos no ensino médio, na Chácara Santo Antonio, zona sul da cidade. Na foto uma sala de aula vazia, sendo que a escola conta com 10 salas e apenas sete turmas. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Prefeitura de São Paulo abrirá nesta quarta-feira (31) um concurso para contratar 3.250 professores para a rede municipal de ensino. Há vagas para a educação infantil, ensino fundamental e médio.

Pela primeira vez, segundo a Secretaria de Educação, haverá, além de exames escritos, uma prova prática, em que os candidatos deverão apresentar um plano de aula e gravar, presencialmente, uma exposição oral. O salário inicial pode chegar a R$ 5.050 para a jornada semanal de 40 horas.

Na exposição oral, os candidatos deverão detalhar a forma como dão aulas, abordando tanto o processo didático quanto demonstrando o domínio do conteúdo específico de sua área de atuação. "A realização desse concurso, com uma prova que prevê a apresentação de um plano de aula e também a gravação de uma aula, é uma inovação", disse à reportagem o secretário municipal de educação, Fernando Padula.

"Concursos com provas práticas existem em outras instituições, como o Ministério Público e também em universidades. Nós entendemos ser importante fazer esse aperfeiçoamento para os concursos de professores da prefeitura", afirmou.

Segundo o secretário, essa também será a primeira vez que haverá um concurso para contratar professores de Libras (Língua Brasileira de Sinais), com apenas 12 vagas nesse momento.

O edital do concurso foi publicado nesta terça-feira (30) no Diário Oficial. O processo seletivo será feito pela Fundação Getulio Vargas. As inscrições devem ser feitas pelo site da FGV a partir de quarta-feira e vão até as 16h de 17 de outubro.

A taxa de inscrição é de R$ 66,95. As provas escritas serão aplicadas em janeiro, com perguntas de múltipla escolha e dissertativas. A partir dessa primeira etapa, serão selecionados os finalistas que deverão participar da parte prática, em data a ser definida e com regras específicas que serão divulgadas posteriormente em novo edital.

Dentre os cargos do concurso, há 1.270 para professores de educação infantil e fundamental 1 (1º a 5º ano). A habilitação profissional mínima exigida é o ensino médio com modalidade normal (magistério).