Prefeitura de SP começa a liberar verba para compra de material escolar por aplicativo

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os alunos da rede municipal de São Paulo receberão R$ 387,10 para adquirir os uniformes escolares neste ano. A prefeitura, gestão Bruno Covas (PSDB), começa a creditar o valor na conta dos responsáveis dos alunos por meio do aplicativo Mercado Pago, mediante atualização cadastral. Ao todo, são cerca de 650 mil alunos, que, juntos, receberão um total de R$ 373,3 milhões. Atualizar os dados do estudante é obrigatório para o depósito ser feito. No site da prefeitura, as famílias devem inserir o EOL (Código Escolar Online) e a data de nascimento do aluno para ter acesso ao formulário de atualização. Após o recadastramento, há um tempo para a validação dos documentos atualizados e para o envio dos dados para o aplicativo no qual o dinheiro estará disponível. Os responsáveis devem, então, fazer o cadastro no Mercado Pago e aguardar que os documentos sejam validados. Com a liberação do valor, as famílias poderão realizar o pagamento utilizando o próprio aplicativo ou transferir o dinheiro para outra conta do responsável. Os itens do uniforme escolar devem ser adquiridos em comércios credenciados pela prefeitura. É possível encontrar as lojas fornecedoras mais próximas no Portal do Uniforme, basta informar o endereço e quais itens serão comprados. O site apresenta as dez lojas mais próximas do endereço indicado. Até 2020, o kit vinha com peças pré-determinadas (cinco camisetas, uma calça, uma bermuda, cinco pares de meia, uma jaqueta, um blusão e um par de tênis). A dona de casa Fernanda Cristina Fontes de Oliveira, 33 anos, acha positiva a possibilidade de poder escolher quais itens adquirir. Fernanda é mãe de Davi, 6 anos, que está indo para o segundo ano do ensino fundamental na Emef Alberto Santos Dumont, no Jardim Brasil (zona norte). "No meu caso, eu escolhi não comprar o tênis e pegar mais uma bermuda e algumas meias, porque o Davi nunca gostou muito de usar os tênis do uniforme", explica. "Assim, não preciso lavar a bermuda correndo para ele usar de novo no dia seguinte. Isso facilita." Os comerciantes que desejam ser fornecedores de uniforme escolar municipal também podem fazer o cadastro no Portal de Uniformes