Prefeitura de SP libera atividades coletivas em parques municipais

·3 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 05.08.2021 - O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB). (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 05.08.2021 - O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB). (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Prefeitura de São Paulo liberou as atividades coletivas nos 108 parques municipais urbanos e nos 47 centros esportivos da cidade. Para justificar a medida, a gestão Ricardo Nunes (MDB) atribuiu à vacinação em massa e a queda das internações hospitalares. No entanto, algumas regras deverão ser seguidas como o uso obrigatório de máscara e o respeito ao distanciamento social, para manter os cuidados sanitários.

A prefeitura segue agora o que o estado já havia feito, quando liberou com protocolos de segurança obrigatórios no começo do mês as atividades coletivas em 15 parques estaduais, após São Paulo superar a marca de 75% da população adulta vacinada com pelo menos uma dose contra a Covid-19.

No município, a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente diz que funcionários vão orientar os frequentadores quanto às restrições, a fim de conter qualquer tipo de aglomeração nos espaços. E nos Centros Esportivos e Clubes da Comunidade também estão autorizados a funcionar em seus horários tradicionais, segundo a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. Assim como o Ceret e o parque das Bicicletas, que estarão abertos das 6h às 22h, e aos finais de semana, até as 20h.

E quem frequenta os parques da cidade aprovou essa liberação de atividade coletiva. Foi o caso da empresária Sara Carida, 77 anos. Ela frequenta o parque Buenos Aires, em Higienópolis, na região central de São Paulo, há cinco anos, duas vezes por semana para praticar Llian Gong (prática corporal chinesa). Sara defende a medida porque, segundo ela, parques são os que menos oferecem perigoso quando se trata de contágio do coronavírus.

"Achei ótima, mesmo porque as práticas esportivas ou de lazer são ao ar livre e a atividades física e mental são muito importante", explicou a empresária, que já tomou as duas doses da vacina contra o coronavírus e também contra a gripe.

Quem também aprovou a liberação dos parques foi o professor de práticas corporais chinesas, Marcos Antônio Amado, 73 anos. Antes da pandemia do coronavírus, ele chegou a ter 55 alunos praticando Llian Gong ao mesmo tempo. Atualmente, fazem a atividade com ele, em média, 30 alunos. "Mas com a liberação, é provável que tenham ainda mais praticantes", ressaltou.

Amado frequenta o parque Bueno Aires há 16 anos e dá aulas às terças e quintas-feiras, das 8h a 9h. "A liberação é benéfica e é importante que as pessoas mantenham os protocolos de combate à Covid-19 enquanto não tiver todo mundo vacinado", disse. "Mesmo porque, atividades ao ar livre são importantes física e mentalmente e são atividades preventivas", finalizou.

As atividades esportivas e recreativas também estão liberadas no parque Ibirapuera, das 5h às 23h, todos os dias da semana, segundo a Urbia, que é a Gestora do local desde 2020. No entanto, serão seguidas à risca e dentro do que é de sua responsabilidade, os protocolos para garantir um ambiente seguro do ponto de vista sanitário.

Veja quais são as regras para frequentar os parques municipais:

- Medição da temperatura de frequentadores e funcionários. Pessoas com temperatura acima de 37,5° serão proibidas de acessar os CEs e CDCs, e orientadas a buscar atendimento médico

- Uso de máscara obrigatório para frequentadores e usuários

- A secretaria recomenda que os usuários dos Centros Esportivos e CDCs levem suas próprias garrafas com água. Os bebedouros são destinados exclusivamente para hidratação

- Para facilitar o controle de acesso, a entrada e saída dos Centros Esportivos deverá ser feita por apenas uma portaria. Em caso de risco de aglomeração, outras portarias serão liberadas

- Não será permitida aglomeração de pessoas nos Centros Esportivos e CDCs. O distanciamento social deve ser respeitado

- Álcool em gel deve ser disponibilizado na portaria, sanitários e administração

- O acesso aos sanitários poderá ser controlado para facilitar o trabalho de higienização

- O atendimento ao público será realizado através de agendamento prévio via telefone

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos