Prefeitura de SP promete implantar 13 km de faixas exclusivas de ônibus até o final do ano

·2 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO,SP  BRASIL- 10-08-2016 : Faixa de ônibus na Av 9 de Julho, região central de São Paulo. ( Foto: Joel Silva/ Folhapress )
*ARQUIVO* SÃO PAULO,SP BRASIL- 10-08-2016 : Faixa de ônibus na Av 9 de Julho, região central de São Paulo. ( Foto: Joel Silva/ Folhapress )

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Prefeitura de São Paulo, gestão Ricardo Nunes (MDB), pretende implantar, ao menos, mais 13,23 km de novas faixas exclusivas para ônibus na cidade até o final do ano. A iniciativa faz parte do Programa de Metas da Prefeitura de São Paulo, que prevê colocar um total de 50 km de faixas exclusivas para ônibus até o fim de 2024.

Se a prefeitura conseguir cumprir a promessa, a cidade vai saltar de 536 km para quase 550 km de faixas exclusivas de ônibus.

"A nossa missão é dar fluidez ao transporte coletivo para garantir que o passageiro tenha acesso a um serviço eficiente, com qualidade e rapidez", afirma o secretário municipal de Mobilidade e Trânsito, Ricardo Teixeira.

A primeira entrega ocorreu no dia 25 de setembro, com 430 metros em três novas faixas no entorno do Terminal Grajaú, na zona sul. Dois dias depois, entrou em operação uma faixa exclusiva no viaduto Antártica, na zona oeste, com 1,9 km de extensão somando ambos os sentidos. Cerca de 50 mil pessoas devem ser beneficiadas em cada uma dessas estruturas, segundo a prefeitura.

Ainda em outubro será concluída uma nova faixa na rua Serra de Botucatu, na zona leste -1,6 km entre a avenida Conselheiro Carrão e a rua Itapura, no sentido centro, beneficiando 26 mil pessoas por dia, segundo a gestão municipal.

Até o fim do ano, também na zona leste, a prefeitura promete abrir uma faixa exclusiva de 9,3 km (somando ambos os sentidos) na avenida José Pinheiro Borges, entre a alça de acesso para a avenida Jacu Pêssego e a rua Copenhague, para atender 90 mil pessoas por dia.

Para o secretário executivo de Transporte e Mobilidade Urbana, Levi Oliveira, a implantação de novas faixas exclusivas para o transporte coletivo reforça o compromisso da prefeitura com políticas de mobilidade voltadas para as pessoas.

"São intervenções que tornam o uso do viário mais democrático, melhoram a velocidade dos ônibus, a regularidade do serviço e resultam em ganho de tempo para a população", afirma Oliveira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos