Prefeitura de SP suspende rodízio de veículos que transportam perecíveis

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Prefeitura de São Paulo suspendeu até a próxima terça-feira (8) o rodízio de caminhões, caminhonetes, utilitários e vans que transportam produtos perecíveis. A medida vale também para os veículos de carga que rodam em ZMRC (Zona de Máxima Restrição de Circulação), ZERC (Zona Especial de Restrição de Circulação) e VER (Vias Estruturais Residenciais).

A medida atende parcialmente a um pedido da Apas (Associação Paulista de Supermercados) e do SETCESP (Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região), que pleiteava as suspensões para todos os caminhões e utilitários, e não apenas os de transporte de perecíveis, até o próximo dia 11.

A solicitação foi feita para agilizar o reabastecimento dos supermercados e do comércio, prejudicado pelos bloqueios anticonstitucionais de bolsonaristas e caminhoneiros nas estradas, após a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições presidenciais de domingo (30).

As suspensões já valem desde esta quinta-feira (3) e constarão em portaria assinada pelo prefeito em exercício Milton Leite (União Brasil), que será publicada no Diário Oficial.

Segundo a prefeitura, a medida tem o objetivo de assegurar o abastecimento de produtos prioritários e o atendimento aos cidadãos.

Na Zona de Máxima Restrição de Circulação, caminhões não podem rodar de segunda a sexta-feira das 5h às 21h, e aos sábados, das 10h às 14h.

Na ZERC e nas VERs, apenas caminhões cadastrados e autorizados podem transitar nos horários de restrição.

Em nota, a Apas diz que a situação de abastecimento das mais de 4.500 supermercados associados caminha para a normalidade e que eventuais faltas de produtos, sobretudo dos perecíveis, serão equacionadas nos próximos dias com o fim dos bloqueios no estado de São Paulo.

Na terça-feira passada (1º), a prefeitura já havia liberado o tráfego de caminhões tanque de combustível na cidade de São Paulo até o término das manifestações. Com a medida, esses veículos que só podem circular no período noturno, estão autorizados a trafegar em qualquer horário, para evitar risco de desabastecimento. A medida também vale até a próxima terça.

Caiu para cinco o número de estados com bloqueios de rodovias no Brasil. No primeiro boletim da PRF (Polícia Rodoviária Federal) desta quinta, eram 11.