Prefeitura vai lançar programa 'Tolerância Zero' contra despejo de lixo em canais e encostas

Giselle Ouchana
Prefeito Marcelo Crivella visita comunidade do Barata, em Realengo, após chuvas

RIO - O prefeito Marcelo Crivella anunciou durante uma transmissão ao vivo em rede social que irá lançar o programa Tolerância Zero nos canais e encostas. O objetivo é agir contra ação de borracheiros e ferros-velhos que descartam diferentes tipos de materiais nessas regiões aumentando as chances de transtornos durante temporais. Crivella não divulgou detalhes de como as ações irão ocorrer nem quando terão início.

O secretário de Infraestrutura e Habitação, Sebastião Bruno, que participou da transmissão na noite desta terça-feira, disse que residências construídas próximo a canais serão identificadas e as famílias removidas através de programas sociais.

— Vamos atuar com muita firmeza. Não vamos permitir essa desordem que vem acontecendo desde outros governos. Borracheiros, ferros-velhos, ambulantes fazem descarte irregular dentro dos canais. São carcaças de geladeira, de fogão e uma série de outros produtos que formam uma 'rolha' em alguns pontos do canal e provocam transbordamentos e transtornos — enfatizou o secretário.

Recuperação de vias

Ao lado de Crivella e do presidente da Comlurb, Sebastião Bruno informou que a partir desta semana começam a ser aplicados R$ 150 milhões, através de três pregões, para recuperação de vias principais e secundárias afestadas pelas fortes chuvas dos últimos dias.

— Estaremos empenhando os recursos até amanhã. A assinatura de contrato também deve ser amanhã. Na quinta ou sexta-feira já começamos o trabalho de recuperação na Zona Norte, Jacarepaguá e Barra, além de Campo Grande, Realengo e Bangu.

Serão 200 quilômetros de pavimentação com os suporte de cinco usians de asfalto.