Prefeitura veta pedido da Ferj para ter 160 convidados na final do Carioca, entre Flamengo e Fluminense

·1 minuto de leitura

A segunda partida da final do Campeonato Carioca, entre Flamengo e Fluminense, no próximo sábado, no Maracanã, não terá público. E, se depender da Secretaria Municipal de Saúde, nem convidados. Isso porque o órgão vetou o pedido da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) para levar 160 convidados à decisão.

Em nota enviada ao GLOBO, a Secretaria Municipal de Saúde reafirmou que estão liberados apenas "a presença de atletas, comissões técnicas e demais ocupações essenciais ao funcionamento do espaço esportivo".

"A Secretaria Municipal de Saúde reitera que, durante a vigência do Decreto Rio Nº 48425, de 13 de janeiro de 2021, está suspensa a presença de público em estádios e ginásios esportivos, ainda que se trate de convidados não pagantes. Somente está liberada a presença de atletas, comissões técnicas e de arbitragem, profissionais de imprensa e demais ocupações essenciais ao funcionamento do espaço esportivo.

Diante da legislação em vigor, a Secretaria Municipal de Saúde indeferiu a solicitação encaminhada pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ)", diz a nota.

Em reunião nesta quinta-feira, a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) e representantes das duas equipes discutiram como seria esse novo esquema, e a organização e a localização dos convidados. A ideia é que os convidados ficassem no terceiro andar — os do Flamengo fiquem no setor norte, e os do Fluminense no sul. Assim evitariam encontros como os que aconteceram no jogo de ida.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos