Prefeitura veta pedido do Flamengo por público no Maracanã por 'falta de detalhes nos protocolos sanitários'

·3 minuto de leitura

A Prefeitura do Rio de Janeiro divulgou, em nota, que vetou o pedido do Flamengo para a presença de público tanto na partida de ida quanto na de volta das finais do Campeonato Carioca, no Maracanã. Segundo a entidade, a "falta de detalhes sobre o protocolo de segurança sanitária" foi o motivo. O time rubro-negro e o Fluminense se enfrentam no próximo sábado e no dia 22, às 21h05, no Maracanã.

"Em relação à solicitação do Clube do Flamengo para a Secretaria Municipal de Saúde, considerando a falta de elementos mais detalhados acerca de protocolos sanitários específicos, voltados à realização das partidas finais do campeonato carioca com a presença de público nos dias 15 e 22 de maio de 2021, e considerando também a situação epidemiológica, indeferimos a solicitação", diz um trecho da nota.

A presença de público em estádios e ginásios esportivos é vetada pelo decreto municipal 48.425, de 13 de janeiro de 2021. Apesar disso, o Flamengo propôs à Federação de Futebol do Rio (Ferj), na última terça, que o Maracanã recebesse 30% de sua capacidade durante as finais do Carioca contra o Fluminense. Imediatamente, Prefeitura e Governo do Estado vetaram a ideia.

"O Decreto Rio Nº 48425, de 13 de janeiro de 2021, que suspende temporariamente a presença de público em estádios e ginásios esportivos, está em vigor. Portanto, competições esportivas podem ser realizadas, porém sem público presente.", informou a Secretaria Municipal de Saúde na ocasião.

Apesar disso, Flamengo e Ferj insistiram no projeto. Através de seu presidente Rodolfo Landim, o clube rubro-negro entregou à Secretaria Municipal de Saúde um protocolo de como o Maracanã receberia o público. O órgão afirmou que, por falta de prazo, não haveria como a primeira partida ser aberta para torcedores. Apesar disso, aceitou examinar o documento, o que deixou aberta a possibilidade de uma liberação para o jogo do dia 22.

De acordo com o Governo do Estado, apenas os munícipios que se encontram nas fases verde e amarela podem receber jogos de futebol com público. Atualmente, a capital está em bandeira vermelha.

Confira a nota completa:

"A presente Nota Técnica, emitida pelo Instituto Municipal de Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro – S/IVISA-RIO, tem o objetivo de esclarecer que a situação epidemiológica do Município de risco elevado para a transmissão da Covid-19 requer cautela para a liberação de eventos esportivos de grande porte com a presença de público, em razão do potencial impacto causado pelo potencial de aglomeração na entrada e saída e deslocamento de pessoas.

Por esse motivo, o Decreto Rio 48.425, de 2021 suspende a realização de eventos esportivos com a presença de público em estádios e ginásios. Em relação à solicitação do Clube do Flamengo para a Secretaria Municipal de Saúde, considerando a falta de elementos mais detalhados acerca de protocolos sanitários específicos, voltados à realização das partidas finais do campeonato carioca com a presença de público nos dias 15 e 22 de maio de 2021, e considerando também a situação epidemiológica, indeferimos a solicitação"

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos