Premiê britânica May tenta atenuar ambiente com UE antes de negociações do Brexit

LONDRES (Reuters) - A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse ao presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, na quarta-feira, que busca uma "relação especial e profunda" com a União Europeia, tentando atenuar a atmosfera antes do início das conversas formais sobre a saída do Reino Unido do bloco.

Após um jantar em sua residência oficial na Downing Street com o principal negociador do Brexit da União Europeia, Michel Barnier, e seu correspondente britânico, David Davis, ambos os lados disseram que a reunião foi "construtiva", mas ofereceram poucos detalhes.

Os quatro têm sido cuidadosos nas últimas semanas para não pesarem o clima antes das conversas do Brexit, deixando os mercados financeiros e líderes empresariais em suspense sobre o ambiente dos encontros, à medida que as linhas de negociação são delimitadas antes das complexas negociações para a saída do Reino Unido da União Europeia, de acordo com a decisão do referendo do ano passado.

"A primeira-ministra teve uma reunião construtiva nessa noite com o presidente Juncker da Comissão Europeia", disse em comunicado um porta-voz de May. "De acordo com o ofício de notificação do Reino Unido sob o Artigo 50 (sobre a saída da União Europeia), ela reiterou o comprometimento do Reino Unido em atingir uma parceria especial e profunda com a UE".

A utilização cuidadosa das palavras contrasta bruscamente com os dias iniciais do mandato de May, quando ela irritou líderes da União Europeia ao tomar uma firma postura pró-Brexit para conquistar a liderança do governista Partido Conservador e, segundo ela, para executar a vontade do povo.

(Reportagem de Elizabeth Piper e Alastair Macdonald)