Premiê da Holanda diz que toque de recolher é necessário apesar de decisão legal de suspendê-lo

Bart H. Meijer
·1 minuto de leitura

Por Bart H. Meijer

AMSTERDÃ (Reuters) - O primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte, pediu que o país respeite o toque de recolher noturno, afirmando que ele ainda é necessário para combater a pandemia apesar da determinação de um tribunal nesta terça-feira de que a medida não tem base legal.

A política de Rutte contra o coronavírus sofreu um forte golpe quando um tribunal disse que seu governo falhou em deixar claro o motivo da necessidade de usar poderes emergenciais neste estágio da pandemia. O governo disse que vai apelar da decisão.

Rutte manteve que o toque de recolher é necessário para impedir o aumento das infecções devido a novas mutações mais contagiosas do vírus, e disse que fará tudo que puder para mantê-lo em vigor.

"Seria muito imprudente levantar o toque de recolher nesse momento", disse Rutte a repórteres. "Nós o adotamos para controlar o coronavírus o máximo possível e possibilitar que retomemos nossa liberdade de maneira segura."

(Reportagem adicional de Anthony Deutsch e Toby Sterling)