Premier League: Após dois anos, jogadores vão se ajoelhar contra racismo apenas em 'momentos específicos'

Jogadores Premier League não vão mais se ajoelhar em campo antes de cada partida, um gesto de protesto contra o racismo. Os atletas começaram a repetir o ato em todos os jogos desde junho de 2020, em meio a onda de protestos pela morte do negro George Floyd, nos Estados Unidos, Na época, a campanha Back Lives Matter ficou conhecida em todo o mundo. Em comunicado divulgado nesta quarta-feira, a liga informou que o gesto será usado apenas em "momentos específicos" da próxima temporada.

Pesquisa do governo britânico: Cristiano Ronaldo foi o jogador da Premier League 2021-22 mais atacado no Twitter

Conforme comunicado, os jogadores decidiram que vão se ajoelhar durante a rodada de abertura da temporada; rodadas dedicadas a campanha contra o racismo "No Room for Racism" em outubro e março; jogos do Boxing Day (feriado seguinte ao Natal) após a conclusão da Copa do Mundo; jogos da Premier League no último dia da temporada e as finais da FA Cup e da EFL Cup.

Gol de Arrascaeta: Conmebol divulga áudio do VAR de Corinthians x Flamengo; árbitro vê "toque acidental" e "posição natural" em gol

"Decidimos selecionar momentos significativos para nos ajoelhar durante a temporada para destacar nossa unidade contra todas as formas de racismo e, ao fazê-lo, continuamos a mostrar solidariedade por uma causa comum. Continuamos resolutamente comprometidos em erradicar o preconceito racial e em criar uma sociedade inclusiva com respeito e oportunidades iguais para todos", disseram os capitães na nota coletiva.

Os capitães já haviam se reunido na semana passada para decidir se manteriam a campanha, mas não chegaram a um consenso na ocasião. Conforme o jornal Guardian, alguns definiram que o gesto era importante, enquanto outros diziam que já "havia perdido força".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos