Premier League voltará em 12 de junho, sem público e em estádios neutros, diz jornal

Uma reunião entre os clubes da Premier League, a Primeira Divisão do futebol inglês, definiu 12 de junho com o dia de retomada da competição no país, informou o jornal espanhol "As". As medidas acordadas no encontro virtual desta sexta-feira precisam ainda ser aprovadas pelo governo britânico, a quem caberá decidir se as medidas de segurança propostas são suficientes para garantir a saúde dos envolvidos no esporte em meio à pandemia do novo coronavírus.

Na reunião, os clubes também decidiram que as 92 partidas que restam da temporada 2019/2020 serão disputadas sem torcida e em estádios neutros espalhados por pontos-chave da Inglaterra. Antes de a bola rolar, haverá uma janela de três semanas, a começar no dia 18 de maio, para treinamentos e outras etapas de preparação.

Alguns fatores estão sendo considerados na montagem do calendário, como a possibilidade de não revelar com antecedência os locais das partidas. Há o temor de aglomerações em confrontos específicos, como em caso de confirmação do título do Liverpool, que seria o primeiro na Era Premier League e sobre o qual há grandes expectativas.

Estádios que ficam mais afastados de áreas residenciais, como os de Arsenal, Manchester City e West Ham, por exemplo, são os favoritos dos cartolas para receber as partidas.

Há aspectos do jogo também em discussão. Cogita-se, por exemplo, aumentar para cinco o número de substituições permitidas em cada confronto, uma vez que haverá um intervalo menor entre as partidas e, consequentemente, maior desgaste físico para os atletas.

Em comunicado divulgado após a reunião desta sexta-feira, a Premier League confirmou as discussões para retomar o campeonato no país, mas não detalhou as medidas. Afirmou apenas que "a liga e os clubes somente voltarão a treinar e a jogar com a orientação do governo, sob a recomendação de especialistas e após consultas a ténicos e jogadores".