'Preocupa', diz Tiago Nunes sobre chance de acabar rodada na lanterna


O Corinthians empatou em 1 a 1 com o Santo André, na noite desta quarta-feira, pelo Campeonato Paulista. O resultado não foi o melhor para a equipe comandada pelo técnico Tiago Nunes, que busca a classificação à fase decisiva da competição. Nesta rodada, inclusive, o Timão pode terminar na lanterna de seu grupo, caso o Red Bull Bragantino derrote o Ituano, e a Ferroviária passe pelo Botafogo, de São Paulo. Aos jornalistas, o treinador afirmou estar preocupado com esta situação.

- Preocupa. Precisamos buscar pontos para classificar. Não podemos ficar a todo instante pensando só nas chances criadas. Temos que mudar a fase e vencer. Vença não importa como, eu quero pensar no como se vence. Sem resultado, não classificamos. Já aconteceu outras vezes e faz a pressão aumentar - afirmou o treinador em entrevista coletiva após a partida, completando sobre o sentimento dos torcedores.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR E SIMULAR A TABELA DA COMPETIÇÃO



- Estaria insatisfeito, chateado, triste. Relação do torcedor é com o rival. Imprensa não tem compromisso com a derrota. Nós que temos. O momento ruim é difícil para o torcedor, já fui na arquibancada e sei como é sofrido. Quero xingar todo mundo. Dizer que falta raça, falta determinação. Temos que ter respeito ao torcedor, mas sabendo que podemos tomar decisões que nem sempre são populares. Torcedor vem para ver o time vencer. Trabalhamos para o torcedor.

Com o resultado, o Corinthians chegou a nove pontos, na segunda colocação do Grupo D do Campeonato Paulista. Pela competição, a equipe volta a campo no dia 7 de março, quando visita o Novorizontino. Tiago Nunes finalizou afirmando sobre o período sem vitórias da equipe, e comentando sobre a relação com o elenco para que a recuperação aconteça o quanto antes.

- Essa questão do tempo sem vencer a gente direciona para onde quiser. Isso é algo que não considero. Sobre relação com os jogadores, a capacidade dos caras em competir me agrada. Tirando os vermelhos que a gente tomou, quase inexplicáveis, somos um time que menos faz falta e toma cartão no campeonato. Time quer jogar bola, foi uma falta de jogo. Foi advertido com amarelo. Temos que parar de personificar. Os caras também apanham, tomam porrada. Água Santa tomou seis amarelos e devia ter tomado oito e ter expulsos. Fagner é experiente. Poderia ter rolado com qualquer um - finalizou.