Presa 3ª suspeita de ataque contra Cristina Kirchner

Cristina Kirchner (Foto: LUIS ROBAYO/AFP via Getty Images)
Cristina Kirchner (Foto: LUIS ROBAYO/AFP via Getty Images)

Uma mulher foi presa na noite de segunda-feira (12) por suspeitas de envolvimento na tentativa de assassinato da vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner.

Segundo informações do jornal La Nación, a mulher detida é uma amiga de Brenda Uliarte, namorada do brasileiro Fernando Sabag Montiel, que tentou atirar na política argentina, mas a arma utilizada não funcionou.

"Ela era uma pessoa de extrema confiança em Brenda", disse uma fonte.

A ligação da terceira suspeita com o ataque teria surgido a partir de uma análise do telefone de Brenda Uliarte.

Três operações foram feitas na noite de ontem para apreender telefones e aparelhos eletrônicos.

Ainda segundo a publicação do La Nación, policiais estão se concentrando na reconstrução dos dias anteriores ao ataque para tentar estabelecer os “circuitos e rotas” dos acusados e outros possíveis cúmplices.

Além disso, os agentes procuram uma possível presença repetida de terceiros nas proximidades da casa da vice-presidente, local onde o ataque foi feito.

Após ser alvo de uma tentativa de assassinato, Cristina Kirchner recebeu mais uma ameaça de morte que está sendo investigada.