Presas na Espanha 38 pessoas por fraude com cartões de crédito

(Arquivo) A Polícia deteve no sul da Rússia um casal suspeito de matar uma mulher para comê-la, após localizá-lo graças a selfies que um deles fez ao lado de pedaços do corpo da vítima

A polícia espanhola anunciou neste domingo a prisão de 38 pessoas suspeitas de roubar 1,5 milhão de euros de entidades bancárias de três continentes utilizando cartões de crédito clonados.

Os detidos criaram uma agência de viagens virtual em que ofereciam passagens de trem e avião, reservas de hotel, aluguel de veículos e compra de material, e pagavam às empresas fornecedoras com cartões fraudulentos, indicou a polícia em um comunicado.

Contavam com uma rede de estabelecimentos em Madri e Andaluzia, que aceitavam pagamentos com cartões clonados em troca de uma porcentagem dos lucros.

Os cartões de crédito usados estavam vinculados a contas bancárias de Austrália, Reino Unido, Alemanha, Itália e Estados Unidos.

"Calcula-se que a fraude operada na Espanha por este grupo criminoso seja de 1,5 milhão de euros", indica o comunicado da polícia.