Presidência diz não ter provas de que governadores inflaram dados da Covid-19, como acusou Bolsonaro

Leandro Prazeres
O presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto

A Presidência da República informou, via Lei de Acesso a Informação, não ter encontrado documentos provando que governos estaduais inflaram estatísticas sobre o número de casos e mortes causados pela Covid-19 para uso político. O pedido foi feito pela reportagem do GLOBO após o presidente Jair Bolsonaro dizer, em março, que governos estaduais poderiam estar usando dados da Covid-19 com fins políticos.

Diagnóstico: Confiabilidade dos testes rápidos para diagnosticar Covid-19 é baixa, diz estudo da FiocruzNo dia 27 de março, Jair Bolsonaro, disse, sem apresentar provas, que estados como São Paulo, que haviam imposto medidas de distanciamento social, estavam inflando dados sobre a Covid-19 para fazer uso político.

Leia também:

— Tem estado que orientou via decreto que se não tiver causa concreta do óbito, coloque coronavírus, para inflar — disse Bolsonaro em entrevista ao apresentador José Luiz Datena. — Vai ter que ter alguém que morreu esse ano disso daí. Se for todo mundo com coronavírus, é sinal de que tem estado que está fraudando a causa mortis daquela pessoas, querendo fazer um uso político de números.

As acusações feitas por Bolsonaro no final de março acirraram o clima entre ele e os governadores estaduais.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.