Presidenciável francês Macron conversa com ex-presidente Obama antes de eleição

Macron durante evento de campanha em Saint-Herblain 19/4/2017 REUTERS/Stephane Mahe

PARIS (Reuters) - O candidato presidencial francês Emmanuel Macron conversou com o ex-presidente norte-americano Barack Obama por telefone nesta quinta-feira, um sinal aparente de apoio a três dias do primeiro turno de uma eleição ainda indefinida.

Macron disse que Obama queria trocar opiniões sobre a campanha presidencial francesa e que enfatizou a importância da relação entre os dois países.     

"Emmanuel Macron agradeceu Barack Obama calorosamente por sua ligação amigável", disse o partido de Macron, En Marche!, em um comunicado.

Em outro comunicado, o porta-voz de Obama acrescentou: "Uma declaração de apoio não foi o objetivo da ligação, já que o Presidente Obama não irá fazer nenhum anúncio de apoio formal antes do segundo turno".

Até agora Macron é o único candidato que disse ter conversado com Obama, uma figura popular na França.

Político de centro pró-União Europeia, Macron lidera a maioria das pesquisas de opinião para o primeiro turno, que também indicam que ele deve disputar a votação decisiva com a líder de extrema-direita Marine Le Pen e ganhar com facilidade.

    (Por Michel Rose)