Presidente argentino Fernández viaja ao Brasil para reunião com Lula

Presidente argentino Alberto Fernández

BUENOS AIRES (Reuters) - O presidente argentino, Alberto Fernández, viajará para São Paulo nesta segunda-feira para se encontrar com o presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, que derrotou o atual presidente Jair Bolsonaro em uma disputa acirrada.

Apesar da vitória de Lula no segundo turno das eleições realizadas no domingo, Bolsonaro ainda não admitiu a derrota.

O peronismo governante na Argentina imediatamente comemorou o resultado da eleição por ter maior afinidade política com Lula do que com Bolsonaro, com quem Fernández mantém uma relação tensa.

"Parabéns @LulaOficial! Sua vitória abre um novo tempo na história da América Latina. Um tempo de esperança e de futuro que começa hoje", postou Fernández no Twitter na noite de domingo, minutos após o anúncio da vitória de Lula.

A vitória de Lula, de 77 anos, implicará na retomada da relação bilateral com um importante parceiro comercial, após a posse do presidente eleito em 1º de janeiro.

"Argentina e Brasil representam um altíssimo nível de produto bruto sul-americano", disse Fernández à Rádio 10 na noite de domingo, quando definiu Lula como "um líder realmente singular e impactante".

(Reportagem de Lucila Sigal)