Presidente argentino não aceita demissões de ministros

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, tenta superar a grave crise que desencadeou as renúncias de cinco ministros, que ele ainda não aceitou, após a derrocada eleitoral da coalizão governista nas primárias legislativas há quatro dias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos