Presidente boliviano pede alívio global de dívida para países pobres

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O presidente boliviano Luis Arce fez neste sábado um apelo por um acordo global para reduzir as dívidas de países pobres durante cúpula no México.

O líder socialista da América do Sul é um dos quase 20 presidentes e primeiros-ministros que compareceram à reunião da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), um órgão regional que o falecido ex-presidente da Venezuela, Hugo Chávez, ajudou a organizar em 2011.

Os líderes se reuniram a convite do presidente esquerdista do México, Andrés Manuel López Obrador, com o objetivo declarado de enfraquecer o bloco diplomático da OEA, sediado em Washington e que exclui Cuba.

Em comentários de abertura na cúpula realizada no palácio nacional do México, Arce defendeu o fortalecimento do bloco alternativo da Celac e, como outros líderes, pediu distribuição universal de vacinas contra a Covid-19 e outras políticas sociais que beneficiem os povos mais empobrecidos da região.

(Por David Alire Garcia e Noe Torres)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos