Presidente da China visita Mônaco e se reúne em Nice com chefe de Estado francês

Por Julie PACOREL y Vicent Xavier MORVAN
1 / 3
Os presidentes da China, Xi Jinping, e França, Emmanuel Macron, num encontro na Riviera francesa, no dia 24 de março de 2019

O presidente da China, Xi Jinping, chegou neste domingo à Riviera francesa, onde jantou com o presidente da França, Emmanuel Macron, que tenta coordenar as posições europeias frente à ofensiva comercial do gigante asiático.

Xi está na Europa para levar à frente o projeto "Novas Rotas da Seda", uma monumental iniciativa de transporte ferroviário que permitirá a circulação transcontinental de mercadorias e passageiros que contou no sábado com a assinatura de uma série de acordos na Itália.

Antes do encontro com o chefe de Estado francês, o presidente chinês, acompanhado da esposa Peng Liyuan, visitou o Principado de Mônaco, onde almoçou no Palácio com o príncipe Albert e sua esposa Charlene.

Xi permaneceu duas horas e meia em Mônaco, que será em 2019 o primeiro território fora da China a utilizar a rede de telefonia celular 5G desenvolvida pela Huawei, empresa contra a qual os Estados Unidos abriu uma comercial denunciando riscos de espionagem.

Antes do encontro, o governo do principado informou que ambos chefes de Estado participariam de uma reunião bilateral para tratar de "assuntos de ordem econômica e ambiental".

Pela noite, na pequena cidade balneária de Beaulieu-sur-Mer, Macron e a esposa Brigitte receberam o casal presidencial chinês para um jantar em Krylos, uma residência-museu de estilo Belle Époque no litoral do Mediterrâneo.

A visita provocou engarrafamentos na pequena cidade, onde a estrada costeira foi totalmente bloqueada à circulação.

Dentro da agenda do líder chinês, terça-feira está prevista uma reunião em Paris que contará com a participação de Macron, a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.