Carille recebe oferta da Arábia e Andrés minimiza futuro sem o técnico

Treinador tem oferta árabe que triplicaria seu salário (Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians)

“Se for verdade, vida que segue”. Foi desta maneira que Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, respondeu ao Blog sobre a possibilidade de Fábio Carille aceitar uma oferta milionária do Al-Hilal, da Arábia Saudita. “O Corinthians já provou que é maior do que todos e tem sua filosofia própria”, acrescentou o dirigente.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

A notícia do interesse árabe em Carille, revelada pelo site “Meu Timão”, ainda não chegou de maneira oficial a Andrés. “Vamos aguardar para ver, pois nem o Carille nem ninguém falou comigo”, assegurou o presidente.

Hoje, Carille ganha R$ 300 mil por mês de salário. O Al-Hilal, que já ouviu “não” do português Jorge Jesus, estaria disposto a pagar quase três vezes mais para levar o treinador corintiano. Os árabes ainda prometem um prêmio milionário pela assinatura do contrato, que teria dois anos de duração.

Campeão brasileiro e bi do Paulistão, Carille tem sido assediado desde a temporada passada. Primeiro, pelo futebol chinês. Mais recentemente, ele teve propostas oficiais do Atlético-MG e do Flamengo. Em todas, o treinador nem abriu conversas.

Desde que assumiu o comando do Corinthians, Carille já disputou 112 partidas, com 61% de aproveitamento. Ele soma 58 vitórias, 31 empates e 23 derrotas, com 142 gols a favor e 82 contra.

Leia mais
São Paulo tenta empréstimo de Wendel, ex-Flu
Santos pode ter lucro de R$ 16,5mi com Jean Mota
Interesse mexicano faz Corinthians temer saída de Romero