Presidente da Anvisa descarta deixar o cargo após eleição

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Diretor-presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Antonio Barra Torres tem dito que não deixará seu posto antes do final do mandato, marcado para dezembro de 2024. Em sua formulação, só sai da agência se sofrer impeachment.

De um lado, parlamentares próximos de Bolsonaro articulam um convite para que Torres aceite outro cargo, possivelmente fora do país, em caso de reeleição do presidente, com a intenção de entregar o comando da agência a aliados.

De outro lado, em caso de vitória de Luiz Inácio Lula da Silva, o PT gostaria de ter um nome alinhado à sua gestão no posto.