Presidente da Fundação Palmares não comparece à audiência na Câmara e chama participantes de 'pretos racistas'

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA. O presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, decidiu não comparecer ontem a uma audiência pública na Comissão de Cultura da Câmara para discutir sua gestão à frente do órgão. Mesmo ausente, fez ataques aos participantes e irritou os convidados, ativistas, representantes de movimentos negros, advogados e ex-autoridades dessa área, que atuaram em outros governos.

O tema do encontro era a crise institucional na Fundação, alvo de críticas por conta do comportamento de Camargo, que faz ataques a personalidades negras e movimentos sociais. Durante a audiência, Camargo fez uma postagem ofensiva aos convidados e contra a presidente da Comissão de Cultura, Benedita da Silva (PT-RJ).

"Não me sento à mesa para dialogar com pretas racistas. Benedita da Silva me chama de capitão do mato a mando do Bolsonaro. Vá procurar sua turma. Não existe crise institucional na Palmares", postou Camargo.

A mensagem do dirigente da Fundação foi anunciada durante a reunião. Benedita, parlamentares e convidados criticaram a publicação de Camargo. A petista contou nesta terça ao GLOBO que irá apresentar requerimento ainda hoje para convocar o ministro do Turismo, Gilson Machado, para dar explicações sobre a condução do trabalho de Camargo. Ministro pode ser convocado, mas gestor, caso do dirigente, não pode. A fundação é subordinada a esse ministério.

— Convidamos o presidente, que preferiu não comparecer. Então, agora, iremos convocar o ministro, que pode ser convocado, para dar explicações sobre o trabalho desastroso da Fundação Palmares. Vai sobrar para ele – disse Benedita da Silva. — Ele (Camargo) não entende nada de questão racial, da identidade, da cultura e desses símbolos. É sempre assim, não quer diálogo. E as críticas dele a mim não significam nada. O que ele fez foi dar ibope para a comissão. Não sei como ele está se sentindo hoje.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos