Presidente da TIM diz que empresa não mantém negociação com Oi

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente da TIM Participações, Rodrigo Abreu, afirmou nesta quarta-feira que os planos da operadora não dependem de consolidação de grandes grupos do setor no Brasil, apesar de haver aspectos do mercado que abrem a porta para uma possível aliança. O executivo comentou ainda que a TIM não mantém atualmente negociação com a Oi sobre uma eventual oferta. A Oi informou na semana passada que estava discutindo uma injeção de recursos da russa LetterOne sob a condição de promover uma consolidação com a TIM. A empresa divulgou na véspera queda de 50,5 por cento no lucro líquido ajustado do terceiro trimestre, mas as ações subiam nesta quarta-feira cerca de 1 por cento. "O caso de investimento da TIM hoje se foca principalmente nas expectativas do mercado de consolidação, com uma potencial fusão com a Oi. Porém, achamos que incertezas regulatórias e macroeconômicas e dificuldades com essa transação podem empurrar qualquer fusão para 2016", escreveram analistas do Citibank em relatório. (Por Brad Haynes)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos