Presidente da Velha Guarda da Mocidade é agredido em ensaio na quadra da escola

·3 min de leitura

RIO — O presidente da Velha Guarda da Mocidade, Arnaldo Assis, foi agredido por um homem, no último sábado, no primeiro ensaio na quadra da escola de samba, em Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio. Um vídeo feito por um frequentador mostra o exato momento das agressão.

Nas imagens, um homem agride o componente da escola, que tenta se defender com uma mesa. Em seguida, ele leva um tapa, recua e cai no chão. A diretoria da Mocidade emitiu nota de repúdio ao acontecimento e informa que identificou o homem e o expulsou da quadra e de todos os eventos da escola.

Um boletim de ocorrência também foi feito, e a Mocidade afirma que "adotará todas as medidas possíveis para que o inquérito seja instaurado e o agressor punido de acordo com a Constituição Brasileira".

Segundo o jornal "Extra", o agressor é Igor Guimarães, filho de uma componente da escola, que teria sido agredida verbalmente pelo presidente da Velha Guarda da Mocidade. Igor teria ido tirar satisfação e defender a mãe.

"Tenho vídeos, áudios e testemunhas presenciais que mostram que Arnaldo agrediu e humilhou a minha mãe com palavras de baixo calão, na frente de outras pessoas. Minha mãe é uma senhora idosa, de 64 anos. Por conta disso, teve o ocorrido", explicou Igor.

"Fui para tirar satisfação com ele. Foi a primeira vez que tive a oportunidade de falar com ele pessoalmente. Ele não me insultou, só repetiu o que tinha dito para minha mãe. Quem me conhece sabe: não faço mal a uma formiga. Isso explica a quantidade de pessoas em minha defesa sem eu pedir absolutamente nada", completou.

Igor diz que desfila na escola desde os 8 anos de idade e lamenta o fato de a Mocidade não o ter procurado para ouvir sua versão dos fatos.

"Em momento algum a escola me procurou. Desfilo na Mocidade desde 8 anos de idade. São 21 anos frequentando a agremiação. Eu amo a Mocidade, do fundo do meu coração. Eles emitiram uma nota, mas não me procuraram, não ouviram meu lado nem o da minha mãe".

Veja o comunicado na íntegra:

"A Mocidade Independente de Padre Miguel lamenta e repudia de forma veemente as agressões covardes sofridas pelo presidente da nossa Velha Guarda, Arnaldo Assis, durante o Ensaio-Show da agremiação realizado no último sábado, na quadra da Avenida Brasil.

Informamos que o agressor foi expulso da quadra pela equipe de seguranças, identificado, e banido de todo e qualquer evento da agremiação, seja na quadra ou nos ensaios de rua.

Reiteramos o respeito inegociável por parte do público com nossos componentes, sobretudo com integrantes da Velha Guarda, representação máxima do que é a Mocidade Independente de Padre Miguel.

A agremiação prestou assistência médica imediata através dos socorristas de plantão no evento, auxiliou no registro do Boletim de Ocorrência, e adotará todas as medidas possíveis para que o inquérito seja instaurado e o agressor punido de acordo com a Constituição Brasileira.

Arnaldo Assis é integrante da Mocidade há mais de 30 anos. Sempre respeitou e honrou o nosso pavilhão, sendo cordial e dedicado com todos ao longo deste tempo. Estaremos ao seu lado até o fim em busca de justiça!".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos