Presidente da Warner sugere que sequência de Duna está confirmada

·3 min de leitura

O novo Duna mal chegou aos cinemas e muito já se especula sobre a sua sequência. E para quem saiu ansioso (ou frustrado) pelo modo como o épico espacial de Denis Villeneuve termina, a presidente da Warner Bros praticamente confirmou que a continuação dessa história vai mesmo acontecer. Segundo Ann Sarnoff, é só assistir ao longa que acabou de estrear para saber.

Em entrevista ao Deadline, a executiva não foi taxativa ao confirmar um Duna: Parte 2, mas deixou claro que a ideia não é abandonar a franquia em sua primeira iteração. “Se você assistir ao filme, vai ver como ele termina. E eu acho que, a partir daí, você sabe a resposta para isso”, disse. Assim, o novo capítulo da série pode ser dado como certo, embora ainda não tenhamos um anúncio oficial sobre isso.

Ao mesmo tempo, fica claro o entusiasmo do estúdio com o potencial que Duna tem como franquia — algo que não vemos há muito tempo no cinema. A última vez que a Warner apostou tão alto em uma série dessa forma foi justamente com O Senhor dos Anéis e Harry Potter há quase 20 anos.

Ao que parece, vamos acompanhar o desenvolvimento da história de Paul Atreides e Chani (Imagem: Reprodução/Warner Bros.)
Ao que parece, vamos acompanhar o desenvolvimento da história de Paul Atreides e Chani (Imagem: Reprodução/Warner Bros.)

E por mais que ela tenha tentado encontrar novos nomes ao longo desse período, como o seu universo de super-heróis, a obra de Frank Herbert parece ser a que mais parece ter animado executivos e cineastas.

Mesmo assim, ainda paira sobre Duna a dúvida do sucesso comercial. Isso porque o longa chega sexta-feira (22) aos cinemas dos EUA e também à HBO Max no país. Essa é uma estratégia que a Warner adotou ainda no início da pandemia para suas estreias de 2021 e que dividiu a opinião do mercado cinematográfico. A principal crítica dos donos de salas de exibição é que esse modelo híbrido canibaliza os cinemas, uma vez que as pessoas preferem assistir em casa sem ter de gastar com o ingresso para isso.

A grande preocupação nesse sentido é que, em termos financeiros, isso pode fazer com que Duna seja considerado um fracasso. Foi o que vimos com O Esquadrão Suicida no último mês de agosto. Embora o longa de James Gunn tenha sido muito bem recebido pela crítica e pelo público, isso não se converteu em bilheteria. E como a Warner não compartilha dados sobre o acesso à sua plataforma de streaming, o cenário passa a ser de incerteza.

Ao mesmo tempo, os próprios cineastas já se mostraram bastante descontentes com formato de lançamento híbrido. Villeneuve deu várias declarações sobre como ele não concorda com o modelo e que acredita que assistir Duna em casa é um enorme desperdício, comparando a experiência como “ter uma lancha e usá-la dentro de uma banheira”. E, realmente, o novo longa é uma experiência para ser conferida na tela grande e com o som que somente o cinema é capaz de oferecer.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos