Presidente do Detro pede estudo para viabilizar reajuste de servidores

·1 min de leitura

O presidente do Detro-RJ, William Pena Júnior, pediu à direção financeira e assessoria jurídica do órgão um estudo para analisar a viabilidade de reajuste nos vencimentos de funcionários de carreira do Detro-RJ. O estudo é necessário por conta do regime de recuperação fiscal, que limita despesas do governo.

Segundo o presidente, o estudo se deve ao fato de os servidores estarem com o salário defasado desde 2010.

Segundo ele, é preciso "valorizar o servidor de carreira, considerado a espinha dorsal da autarquia".

Há apenas 22 dias no cargo, o delegado da Polícia Civil, Pena Júnior foi nomeado no início do mês pelo governador Cláudio Castro. Anteriormente, o policial civil era titular da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e de Inquéritos Especiais (Draco).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos