Presidente do Defensa crava Crespo no São Paulo, mas Casares nega

Jorge Nicola
·1 minuto de leitura
Crespo deixou o Defensa y Justicia após ser campeão da Sul-Americana (Nicolas Aguilera/Getty Images)
Crespo deixou o Defensa y Justicia após ser campeão da Sul-Americana (Nicolas Aguilera/Getty Images)

Qual o futuro de Hernan Crespo? Pouco depois de o treinador anunciar publicamente que deixou o Defensa y Justicia, o presidente do clube, Jose Lemme, assegurou a um jornalista na Argentina que Crespo está acertado com o São Paulo. “Eu não posso pagar o que paga o São Paulo”, afirmou o dirigente, ao repórter Juan Pablo Mendez.

Porém, em contato com o Blog, o presidente do São Paulo, Julio Casares, se disse surpreso com a saída de Crespo e acrescentou que não pretende anunciar um novo comandante antes do jogo com o Ceará, na quarta-feira.

Leia também:

“Estranho (o anúncio da saída do Defensa y Justicia). Não fechamos com ele. Só se fechou com alguém”, disse Casares. “Vamos retomar (a discussão sobre o novo técnico) depois do jogo de quarta-feira”, completou.

Crespo foi um dos entrevistados pela diretoria são-paulina e deixou ótima impressão. O fato de caber dentro da realidade financeira também pesa a seu favor.

É bem verdade que o São Paulo não surge como único interessado no treinador: a seleção chilena e o Santos também querem o argentino, que chegou a ser cotado para o River Plate se Marcelo Gallardo saísse.