Presidente do Flu diz que Flamengo quer levar Fla-Flu para Brasília

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Flamengo
    Flamengo
  • Fluminense
    Fluminense
BRASILIA, BRAZIL - JULY 06: Aerial view of Mané Garrincha Stadium before a semi-final match of Copa America Brazil 2021 between Argentina and Colombia on July 06, 2021 in Brasilia, Brazil. (Photo by Pedro Vilela/Getty Images)
Com reforma no gramado do Maracanã, intenção da diretoria flamenguista é jogar o clássico no Mané Garrincha. Foto: (Pedro Vilela/Getty Images)

A reforma do gramado do Maracanã, que impossibilitará a realização de partidas no templo do futebol brasileiro até as semifinais do Campeonato Carioca pode fazer com que o clássico Fla-Flu, válido pela quarta rodada do campeonato estadual, seja disputado no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Quem falou sobre o tema foi Mário Bittencourt, presidente do Fluminense, em uma transmissão ao vivo da FluTV, canal oficial do tricolor: "Estamos vendo também porque o Flamengo parece que vai mandar o Fla-Flu em Brasília". A partida tem o dia 2 de fevereiro como data prevista, podendo ser alterada pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ).

Leia também:

Bittencourt ainda comentou sobre a reforma do Maracanã e possíveis sedes para que o Fluminense mande seus jogos até a liberação do estádio, podendo ser no Estádio Nilton Santos ou também no Estádio Raulino de Oliveira: "Estamos estudando Volta Redonda e o Engenhão. Estamos estudando jogar em outras duas praças também, Brasília e Cariacica, para que o torcedor possa ver o time em locais distantes do Rio".

Na próxima temporada, será utilizada uma combinação de grama natural com fibras sintéticas, tornando o gramado do Maraca híbrido.

O gramado híbrido, utilizado em diversos estádios da Europa e outros continentes, é uma combinação de grama natural com fibras de polietileno, que faz uma espécie de 'costura' entre os dois materiais, para que a grama não 'solte' com tamanha facilidade, como ocorre quando não há a fixação ideal.

A obra, que se inicia ainda em dezembro, terá custo total de R$4 milhões, sem que os clubes de futebol que fazem uso do estádio tenham que desembolsar algo. A empresa que faz gestão do Maracanã é a responsável pelo projeto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos