Presidente do PSDB crê que Aécio quer ajudar Bolsonaro implodindo 3ª via

Segundo colunista, Bruno Araújo vê Aécio Neves empenhado em ajudar Jair Bolsonaro (Foto: SERGIO LIMA/AFP/Getty Images)
Segundo colunista, Bruno Araújo vê Aécio Neves empenhado em ajudar Jair Bolsonaro (Foto: SERGIO LIMA/AFP/Getty Images)

Resumo da notícia

  • Segundo colunista, presidente do PSDB acredita que Aécio Neves que ajudar Jair Bolsonaro

  • Para promover reeleição de Bolsonaro, o deputado tucano estaria tentando implodir a chamada "terceira via"

  • Após desistência de Doria, Aécio de manifestou pela manutenção de uma candidatura própria do PSDB

O presidente do PSDB, Bruno Araújo, avalia que o correligionário Aécio Neves (PSDB-MG) quer implodir a chamada “terceira via” para ajudar a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Segundo a colunista Thaís Oyama, do portal Uol, Araújo estaria dizendo a aliados que esse seria o motivo pelo qual o tucano mineiro estaria insistindo para que o PSDB tenha um candidato próprio.

A avaliação do presidente do PSDB é que essa seria a razão para a ala tucana de Aécio Neves não estaria apoiando a ideia de lançar Simone Tebet (MDB) como representante do partido.

Após a desistência de João Doria (PSDB) de concorrer à presidência, Aécio Neves divulgou uma nota reforçando que o partido precisa de um candidato próprio. “A decisão do ex-governador João Doria de se afastar da disputa eleitoral presidencial obriga o PSDB a reabrir a discussão sobre como vamos enfrentar as próximas eleições. Continuo defendendo, como sempre fiz, que tenhamos candidatura própria”, afirmou o deputado federal.

A preferência, segundo o Uol, seria pelo ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB). Ele saiu derrotado das prévias do partido, quando Doria foi o escolhido. Outra parte do PSDB acredita que a melhor opção é ter Tebet como representante da coligação entre tucanos, MDB e Cidadania.

Uma reunião da cúpula do PSDB estava marcada para esta terça-feira (24), em Brasília, mas o encontro foi adiado para o início de junho. Só então a legenda deverá decidir quem será o candidato dos tucanos à presidência.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos