Presidente egípcio declara três meses de estado de emergência

O presidente do Egito, Abdel Fattah al-Sissi declarou neste domingo 'estado de emergência por três meses' no país depois dos atentados, reivindicados pelo grupo Estado Islâmico, que atingiram duas igrejas coptas e mataram 44 pessoas.