Presidente do Egito decreta estado de emergência após ataques a igrejas

Cairo, 9 abr (EFE).- O presidente do Egito, Abdul Fatah al Sisi, anunciou neste domingo o estabelecimento do estado de emergência no país, depois dos atentados contra duas catedrais do norte de Egito, nos quais morreram pelo menos 44 pessoas e mais de 100 ficaram feridas.

Em um discurso transmitido ao vivo pela emissora de televisão estatal, Al Sisi afirmou que o estado de exceção se estenderá por um período de três meses. EFE