Presidente do Equador decreta estado de exceção em três províncias por protestos indígenas

O presidente do Equador, Guillermo Lasso, anunciou nesta sexta-feira que decretou estado de exceção em três províncias, uma delas onde fica Quito, devido à violência durante um protesto de indígenas que exigem a redução dos preços dos combustíveis.

"Prometo defender nossa capital e o país. Isso me obriga a decretar estado de exceção em Pichincha (capital Quito), Imbabura e Cotopaxi a partir da meia-noite desta sexta-feira", anunciou o presidente em discurso transmitido pela TV.

sp-pld/atm/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos