Presidente está, sim, pensando em substituição, diz Pazuello sobre possível saída

NATÁLIA CANCIAN E RAQUEL LOPES
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, admitiu nesta segunda-feira (15) que o presidente Jair Bolsonaro está avaliando sua substituição. "O cargo é do presidente da República, existe essa possibilidade desde que eu entrei, eu poderia ficar a curto, médio e longo prazo. Estamos a médio prazo. O presidente está pensando em substituição, avaliando nome, conversei com ele e Ludhmila e claro que estou a disposição de ajudar a todos que vierem aqui", afirmou. "É continuidade, não há rompimento. Os senhores não estão acostumados com isso, está acostumado com o político largar a caneta e ir embora. Nós faremos a transição de forma correta e de continuidade quando nos for determinado", completou. A declaração ocorre um dia após Pazuello emitir uma nota, por meio de sua assessoria, em que negava que Bolsonaro tivesse pedido seu cargo. Pazuello negou, porém, que tenha interesse em deixar o posto. "Não vou pedir para ir embora, não é da minha característica", disse. "Isso não é um jogo, não é uma brincadeira, é uma pandemia, é salvar vidas. Não pode ser levado da forma como está sendo colocado. Se haverá substituição ou não, cabe ao presidente da República, não a mim", completou.