Presidente francés promete que receberá grupo de 'jalecos amarelos'

O presidente da França, Emmanuel Macron, durante uma visita ao Salão da Agricultura, em Paris,

O presidente da França, Emmanuel Macron, prometeu neste sábado que receberá um grupo de "coletes amarelos", durante uma visita ao Salão da Agricultura, em Paris, após uma mulher que estava no local levantar essa questão e o repreender por conta da proposta de reforma da previdência e policial.

"Você não recebe os coletes amarelos", disse uma mulher a Macron, que afirmou ser inspetora no setor financeiro e que havia participado das 67 manifestações feitas pelo movimento "coletes amarelos" a cada sábado desde novembro de 2018.

"Forme um grupo que vou recebê-los sem problemas, sou a favor do diálogo. Vamos reservar uma hora e conversar", disse o chefe do Estado francês, Emmanuel Macron, que nunca se reuniu com representantes do movimento dos "coletes amarelos" na sede do governo.

Quando questionado sobre a violência policial, o presidente enfatizou que "ninguém entra na polícia para ser agressivo".

E em relação à reforma da aposentadoria, que gerou um importante movimento de greve e demonstração no país, Macron defendeu o projeto e se declarou disposto a "organizar um grande debate" sobre o assunto.