Presidente francês repreende estudante que tentou provocá-lo

O presidente da França, Emmanuel Macron, durante a cerimônia

"Você deve me chamar de senhor presidente, ou senhor", disse nesta segunda-feira o chefe de Estado francês, Emmanuel Macron, a um jovem de esquerda que o cumprimentou informalmente com um "Tudo bem, Manu?".

O incidente aconteceu enquanto o presidente apertava a mão de estudantes que assistiam a uma cerimônia em homenagem aos veteranos de guerra nos subúrbios de Paris.

"Você está em uma cerimônia oficial, deve se comportar corretamente. Você pode ser um tolo, mas é La Marseillaise e o Chant des partisans", acrescentou o presidente, em referência ao hino nacional francês e ao da resistência francesa durante a Segunda Guerra Mundial cantados durante a cerimônia.

"Você deve me chamar de senhor presidente da República, ou senhor, está bem?", acrescentou, dirigindo-se ao adolescente encostado na cerca de frente para ele.

O jovem, de cabelos compridos e escondendo parte do rosto, e que havia entoado as primeiras palavras da Internacional comunista ao se aproximar do chefe de Estado, depois se desculpou dizendo: "Sim, senhor presidente".

"Muito bem. E faça as coisas na ordem certa. No dia em que quiser fazer a revolução, primeiro deve conquistar um diploma e se sustentar, certo? E nesse momento poderá dar lições aos outros", acrescentou Emmanuel Macron.