Presidente israelense Herzog viaja para Alemanha

O presidente de Israel, Isaac Herzog, viajou para a Alemanha neste domingo, onde participará dos eventos pela sangrenta tomada de reféns por um comando palestino nas Olimpíadas de Munique de 1972, na qual 11 atletas israelenses foram mortos.

"Vou fazer uma visita de Estado à Alemanha, a convite do presidente alemão Frank-Walter Steinmeier", disse Herzog antes de partir, segundo um comunicado de seu gabinete.

"A parte principal da minha visita será a cerimônia do 50º aniversário do terrível massacre de 11 atletas israelenses nas Olimpíadas de Munique em 1972", acrescentou o presidente israelense.

Em 5 de setembro de 1972, um comando palestino entrou na vila olímpica de Munique e iniciou uma tomada de reféns que resultaria na morte de 11 atletas israelenses, após a intervenção das forças de segurança alemãs.

Durante sua visita de três dias à Alemanha, Isaac Herzog se reunirá com o chanceler Olaf Scholz, fará um discurso no Bundestag e visitará o local do campo de concentração nazista de Bergen-Belsen, de onde seu pai, o ex-presidente Haim Herzog, foi um dos libertadores quando era um soldado britânico.

mib/hj/me/zm/aa